30 de maio de 2012

Um Bestseller pra Chamar de Meu



Focada e batalhadora (ralação é com ela mesma), a agente literária Jojo Harvey combina como ninguém um corpitcho de Jessica Rabbit com uma invejável capacidade de raciocínio. Subindo com desenvoltura os degraus do sucesso na escada da fama corporativa, ela está sempre com a retaguarda protegida e os olhos bem atentos às nuvens para não errar o plano de vôo, mas ela acaba se apaixonando por um dos seus chefes. Justamente o casado!
Lily Wright, uma das clientes de Jojo, está no sétimo céu graças ao sucesso instantâneo de seu romance de estréia. Só que algumas duvidas irritantes começam a aparecer em seu horizonte, e ela tem a noção exata de que sua felicidade está construída sobre um terreno instável. Seu segundo romance parece que se nega a sair de sua cabeça, e o prazo de entrega esta cada vez mais próximo. Além disso, ela já gastou todo o polpudo adiantamento que recebeu, pois Anton, o “amor da minha vida”, convenceu a pobrezinha a comprar a casa de seus sonhos. E, ainda por cima, ela ainda tem de lidar com a culpa pelo que aconteceu com Gemma.
A fabulosa organizadora de eventos Gemma Hogan era a melhor amiga de Lily... até que a melhor amiga lhe roubou Anton, o também “amor da minha vida”. Cuidando da mãe recém-abandonada pelo marido, a vida social de Gemma é uma linha bem horizontal, sem altos nem baixos — uma situação terrível que resulta em e-mails hilários para uma amiga. Com histórias divertidíssimas como as que ela conta em seus textos, a atenção da agente literária Jojo Harvey acaba sendo atraída, e ela aceita Gemma como cliente. Todas elas vão aprender do jeito mais difícil — e tem outro jeito? —, que a natureza do verdadeiro amor pode surgir de muitas e variadas formas.

“Construir a própria felicidade em cima do sofrimento de outra pessoa não me parece uma boa base para um relacionamento estável e de longo prazo.” Lily

Estou numa fase Marian Keyes! Cada vez que tenho a oportunidade de ler um livro dela, é como se uma corda invisível me puxasse para ele.  Talvez seja a certeza, que ali está um livro interessante, divertido e com personagens malucas, neuróticas e enroladas, como nós.
Um Bestseller pra Chamar de Meu, não fugiu a regra!
O livro fala de um universo que Keyes conhece bem, o literário. É divertido, ler e conhecer a competitividade, desse mundo.
O livro, se fixa melhor porque Keyes construiu, como sempre, ótimos personagens. Três protagonistas dividem as atenções do público, e  temos a oportunidade de avaliar as decisões, e consequências na vida de cada uma.
O livro mostra, que o destino e a vida coloca vários sinais no caminho, alguns nós ignoramos, porque queremos fazer aquilo no momento, mas depois que passa e não dá certo, é impossível ignorar que eles não estavam ali.
Ela une, essa importante lição, com os altos e baixos do mundo editorial, dos relacionamentos, e das amizades.

“..Mas tudo bem. Felicidade significa não precisar ser compreendida.” Gemma

Só a ligação entre as três protagonistas, que não ficou muito interessante. Elas são importantes para a estória uma da outra, mas fica um elo vazio, e muitas vezes sem sentido.
E mesmo você prestando muita atenção aos detalhes pode começar a confundir a vida de Lily, Jojo e Gemma. Não sei se podemos colocar a culpa disso, as extensas partes dedicadas a cada personagem, mas fica fácil se perder, não nas coisas importantes, mas nos detalhes da vida de cada uma.

Mais gostei do livro, só que ele é enormeee levei um tempão para ler.


bjos

6 comentários:

Luiza disse...

Gostei da postagem!
Seguindo o blog! Convido-a para seguir:
eternamente-princesa.blogspot.com

Bjs

Marcos de Sousa disse...

O livro parece ser bom...

Beijo

Andressa Tomaz disse...

Oi Manuela!
Li dois livros da Marian Keyes e sinceramente não sei porque ela tem toda essa fama. Talvez eu tenha livros dois que não são tão bons (Melancia e Los Angeles), mas não gostei muito. Como os livros dela são realmente enormes, prefiro outras leituras.

Beijos!

Débora Lima disse...

Também gosto bastante dos livros da Marian Keyes, mas como você falou eles são muito grandes. Esse livro está na minha estante já faz um tempinho, mas por enquanto eu não vou poder ler.
Beijos!

Cris disse...

Ain que ótimo! Esse eu ainda não li :)
Chêros :**
Cris

llucyinthesky.com disse...

Acredita que não li esse livro ainda. Tenho Férias, Melancia.. Marian Keyes é bacana, acho que até iria curtir esse chick-lit dela, mas no momento ando lendo muito thrillers.
Gostei da sua resenha!!!

Postar um comentário

oi!!!
Pode comentar a vontade...